Depois de reportagem do SBT, ANTT flexibiliza regras para caminhões no Rio Grande do Sul

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) flexibilizou as regras de fiscalização para caminhões no Rio Grande do Sul. A mudança ocorre após a exibição de uma reportagem do programa Tá na Hora, do SBT, que mostrou veículos que carregavam doações sendo multados.

Sem esclarecer se a mudança teve relação direta com a reportagem, a ANTT confirma que os procedimentos foram flexibilizados e que passou a dar prioridade aos transportes com donativos. Segundo a agência, isso vai facilitar o acesso de grandes veículos na região sem a necessidade de eles passarem por aspectos burocráticos como inspeções e pesagem.

As medidas já constam no site oficial da agência. Entre elas, estão a isenção de tarifa de pedágio para veículos de atendimento à população afetada; facilitação do fluxo de veículos de transporte rodoviário de carga; atendimento prioritário e dispensa de fiscalização nos postos de pesagem, além de continuidade do transporte rodoviário de passageiros para garantir a prestação de serviço.

O assunto ocupou 75 minutos do Tá na Hora, que teve ao todo 105 minutos, na última terça-feira (7). A reportagem chegou a ser compartilhada por Daniela Beyruti, vice-presidente do SBT e filha de Silvio Santos, em seu Instagram. “Isso é jornalismo de verdade. Parabéns, SBT!”, escreveu a executiva.

O material, no entanto, desagradou ao governo Lula. Assim que foi ao ar, Paulo Pimenta, ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, pediu providências para que a reportagem fosse desmentida. Mais cedo, ele já havia dito nas redes sociais que aquela informação, que vinha circulando em grupos de extrema-direita havia algumas horas, não era verdadeira.

Procurado pela Folha de S.Paulo, Paulo Pimenta, ao ser indagado sobre a reportagem do SBT, apenas compartilhou links que desmentiriam o que a TV de Osasco informou. Em nota, o SBT disse que não houve erro em sua reportagem e que a jornalista Márcia Dantas, enviada ao Rio Grande do Sul, apenas relatou o que viu. A emissora afirmou ainda que não tem interesses políticos no caso.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.