Correios e Defesa Civil recebem doações para vítimas das chuvas no RS; veja como ajudar

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A rede de agências dos Correios nos estados de São Paulo e Paraná, além de parte das unidades no Rio Grande do Sul, passarão a receber doações para as vitimas das fortes chuvas que deixaram mortos e afetaram mais da metade dos municípios gaúchos. A medida tem início nesta segunda-feira (6).

Essa coleta de doações se soma à campanha organizada pela Defesa Civil estadual gaúcha, que tem recebido doações em dinheiro (via Pix) e de materiais, além de orientar os voluntários sobre os materiais que as vítimas mais precisam.

Os Correios vão aceitar doações de alimentos da cesta básica, produtos de higiene pessoal, material de higiene seco e roupas.

Além disso, itens de vestuário e utensílios domésticos transportados pelo serviço postal e que não foram procurados pelos destinatários, tendo esgotado todas as tentativas de entrega e ultrapassado o prazo de 90 dias para reclamação previsto no Código de Defesa do Consumidor, também serão doados pela empresa estatal às vítimas.

O transporte dos itens será realizado sem custos para os doadores. Em Santa Maria, a empresa também vai deixar caminhões à disposição da Defesa Civil para ajudar no que for necessário.

Na sexta-feira (3), o governo gaúcho reativou o canal de doações para a conta SOS Rio Grande do Sul –doações são realizadas via número do CNPJ, que é 92.958.800/0001-38. Em nota, a gestão estadual explica que o valor doado será integralmente revertido para o apoio humanitário às vítimas das enchentes e para a reconstrução da infraestrutura das cidades.

Em meio ao estado de calamidade, foi intensificada a mobilização para a doação de sangue no Hemocentro da capital gaúcha em decorrência do risco de desabastecimento principalmente de plaquetas e de hemácias nos próximos dias. Por isso, o hemocentro que já funciona das 8 às 16 horas, de segunda a sexta-feira, estará aberto neste sábado (4), entre 8h e 12h para atender até 140 doadores.

A gestão estadual afirma que a urgência é de sangue de todos os tipos. Porém, orienta que doadores que vivem em Porto Alegre e região metropolitana se desloquem até o hemocentro de forma segura e tenham cuidado com o risco de deslizamento e alagamento nas vias públicas.

Em Porto Alegre, o Centro Logístico da Defesa Civil Estadual tem servido como principal ponto de recepção de doações. Doadores podem encaminhar os itens para o endereço na avenida Joaquim Porto Villanova, 201, na cidade de Porto Alegre –o telefone para contato é (51) 3210-4255.

Além disso, neste domingo (5) a Defesa Civil gaúcha deu início a operações de um centro de doações regional na cidade de Lajeado, no Vale do Taquari. A unidade coletará comida pronta, água e material de limpeza.

O Esporte Clube União Campestre servirá como centro de doações. O local (na rua Rosalina Schneider Baron, 14) já começa a operar neste domingo, e ficará aberto das 8h às 18h. Haverá voluntários e funcionários da Defesa Civil trabalhando no na recepção e na distribuição das doações a municípios da região.

O Rio Grande do Sul registrou 66 mortes em decorrência às fortes chuvas que atingem o estado desde o fim da semana. A informação foi confirmada pelo governo estadual na manhã deste domingo (5). Há um total de 101 desaparecidos.

O boletim do governo gaúcho diz ainda que há 707.190 pessoas afetadas pela tragédia e 155 feridos. Entre as 66 mortes informadas pelo governo, há seis em investigação para determinar se, de fato, foram causadas pelas chuvas.

De acordo com a Defesa Civil, 332 municípios foram afetados pela enchente histórica. Ao todo, há 15.192 desabrigados, instalados em alojamentos cedidos pelo poder público, e 80.573 desalojados.

O que doar:

Alimentos não perecíveis: arroz, feijão, massa, farinhas, azeite, açúcar, etc.

Alimentos prontos: água potável, barra de cereais, café solúvel, leite, bolacha, pão, bebidas prontas sem necessidade de refrigeração, geleia, manteiga e assemelhados.

Fraldas e absorventes.

Material de limpeza: esfregões, água sanitária, vassouras, panos, sabonete, pasta e escova de dentes.

Confira, abaixo, as cidades no Rio Grande do Sul que terão agências dos Correios abertas para as doações:

São Borja

Santo Ângelo

Santa Rosa

Canoas

Esteio

Sapucaia do Sul

São Leopoldo

Novo Hamburgo

Campo Bom

Sapiranga

Parobe

Taquara

Montenegro

Pelotas

Rio Grande

Camaqua

Bagé

Jaguarão

São Lourenço do Sul

Anta Gorda

Arvorezinha

Butia

Cachoeira do Sul

Charqueadas

Estrela

Foutoura Xavier

Guaporé

Ilopolis

Mato Leitão

Nova Brescia

Pântano Grande

Rio Pardo

Salto do Jacuí

Santa Cruz do Sul

Sobradinho

Teotoania

Taquari

Venâncio Aires

Vera Cruz

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.