Com novas chuvas, Guaíba volta a subir e atinge 4,7 metros

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Em queda desde quinta-feira (9), o nível da água do lago Guaíba, no Rio Grande do Sul, voltou a subir na manhã deste sábado (11). De acordo com a medição, feita no cais Mauá, o nível do lago subiu 10 centímetros entre 8h e 9h, indo de 4,6 metros para 4,7 metros.

As autoridades gaúchas temem um novo repique de elevação já que há previsão de novas chuvas fortes atingirem o estado neste fim de semana.

A informação do nível do lago foi divulgada pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura e pela ANA (Agência Nacional de Águas).

O número é considerado alto, uma vez que quando o lago atinge 2,5 metros é emitido um alerta e quando chega a 3 metros é registrada inundação.

Na noite desta sexta-feira (10), as chuvas voltaram a atingir o Rio Grande do Sul, deixando as autoridades e a população em alerta máximo pela possibilidade de novas enchentes atingirem as cidades já castigadas pela inundação da semana passada, que causaram ao menos 136 mortes. No entanto, o volume foi menor do que o esperado, dando certo alívio.

O problema é que a previsão do tempo mostra que as chuvas mais fortes chegarão à região neste fim de semana, principalmente, na região metropolitana de Porto Alegre e nos municípios do norte gaúcho, próximo à serra.

A Prefeitura de Porto Alegre anunciou nesta sexta que manterá as equipes mobilizadas nos próximos dias para o enfrentamento dos danos da atual enchente e também para um possível repique na elevação do lago Guaíba.

De acordo com os dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a capital está em uma área que pode registrar entre 150 mm e 200 mm de acumulado de chuva até segunda-feira (13), com rajadas de vento de até 100 km/h.

Porto Alegre vive a pior enchente de sua história. O lago Guaíba, que cerca a cidade, chegou nos últimos dias ao maior nível já registrado (5,30 m).

Enquanto o Guaíba, localizado na Grande Porto Alegre, seguia com queda de nível de água nos últimos dias, a lagoa dos Patos tem registrado aumento do nível da água, às 7h deste sábado, estava em 2,48 metros. As maiores elevações ocorrem próximas a Pelotas e região.

Segundo a Defesa Civil, com as chuvas e os solos ainda com muita umidade, os rios Taquari e Caí apresentaram respostas hidrológicas atingindo limiares de alerta, apesar disso a tendência é que ambos rios entrem em estabilidade ainda neste sábado.

Já o rio Uruguai deve atingir o pico de cheia em Uruguaiana neste sábado, registrando quase 4 metros acima da cota de inundação. Os demais rios do estado apresentam declínio ou estabilidade.

Segundo o Inmet, a chuva dos próximos dias, aliada a uma mudança na direção dos ventos para sul-sudeste a partir de segunda-feira, poderá ocasionar uma nova elevação do nível do Guaíba para o patamar de 5 m.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.