Com granizo e VAR certeiro, Alemanha bate Dinamarca e vai às quartas

BRAGANÇA PAULISTA, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Não foi fácil. A Alemanha teve que superar um goleiro adversário inspirado, uma tempestade que parou o jogo e dois gols anulados para vencer a Dinamarca neste sábado (29), em Dortmund. A vitória por 2 a 0 garantiu a vaga dos anfitriões nas quartas de final da competição.

Kai Havertz, de pênalti, e Musiala marcaram os gols da partida. O jogo ainda teve três gols anulados: um de Schlotterbeck e um de Wirtz, para a Alemanha; e outro de Andersen, para a Dinamarca.

Garantida nas quartas de final, a Alemanha se juntou à Suíça. Mais cedo, os suíços eliminaram a atual campeã Itália para garantir um lugar entre as oito melhores equipes da competição.

Agora, a seleção da casa enfrenta o vencedor de Espanha e Geórgia. As seleções se enfrentam neste domingo (30), no RheinEnergieStadion, em Colônia, às 16h (horário de Brasília).

Alemanha ataca e Schmeichel brilha

Empurrada pela torcida, a Alemanha se lançou ao ataque nos primeiros minutos. Com uma marcação muito intensa no campo de ataque e mostrando força na bola parada, os donos da casa marcaram logo aos três, mas Schlotterbeck cometeu falta no lance, e o tento foi anulado.

Acuada, a Dinamarca não conseguiu trocar passes em sequência antes dos 20 minutos. O gol anulado não esfriou a Alemanha, que seguiu em cima. Antes dos dez minutos, Kimmich, Schlotterbeck (de novo) e Havertz pararam em boas defesas de Schmeichel, o grande personagem do início da partida.

Dinamarca equilibra ações e trovões interrompem partida

O jogo ficou mais equilibrado a partir da metade da etapa inicial. Eriksen, em uma bela jogada individual travada por Rudiger, e Maehle, em finalização perigosa dentro da área, mostraram que a Dinamarca estava viva.

Aos 34 minutos, o árbitro Michael Oliver interrompeu a partida por conta das condições climáticas. A chuva, que havia começado há cerca de cinco minutos, ganhou a companhia de raios, e os atletas foram primeiro para um local coberto, na área dos bancos de reservas e, depois, para os vestiários.

Chuva não esfriou o jogo

A partida foi retomada após 25 minutos de paralisação e continuou muito bom. O gramado do Signal Iduna Park mostrou que está preparado para grandes tempestades, e parecia o mesmo do início do jogo, apesar de praticamente ter sido inundado.

Os dois goleiros brilharam no fim da etapa inicial. Aos 37 minutos, Havertz obrigou Schmeichel a fazer mais uma grande defesa. Neuer, que ainda não havia sido exigido, evitou que os dinamarqueses abrissem o placar em um ótimo contragolpe finalizado por Hojlund.

Cinco minutos de VAR (preciso) e loucura

A Dinamarca teve um gol anulado no início do primeiro tempo. Logo aos 3 minutos, Andersen aproveitou um bate-rebate e colocou nas redes de Neuer. Após revisão do VAR, o lance foi anulado por conta de um impedimento milimétrico de Delaney, que participou da jogada.

Dois minutos depois do gol anulado, o VAR auxiliou em lance de pênalti para a Alemanha. O mesmo Andersen foi o protagonista da jogada mais uma vez, agora colocando a mão na bola. O auxiliar de vídeo apontou a irregularidade e o árbitro marcou a penalidade máxima, convertida por Havertz.

O VAR ainda atacou mais uma vez. Em um contragolpe diante de uma Dinamarca desesperada, a Alemanha chegou ao terceiro, com Florian Wirtz. O gol foi anulado dentro de campo e a decisão do árbitro foi confirmada pelo auxiliar de vídeo.

Alemanha empilha chances perdidas antes de ampliar

Depois do gol, a Alemanha desperdiçou duas chances claríssimas. Kai Haverz participou dos dois lances: no primeiro, ele fez uma linda jogada e bateu para fora, na saída do goleiro; no segundo, ele carregou com liberdade pela direita, parou na área e rolou para Sané, que finalizou para fora.

Musiala fez o gol que deu tranquilidade para a Alemanha. Apostando em lances rápidos, os donos da casa foram certeiros: Schlotterbeck lançou e achou Musiala nas costas da defesa. Ele avançou e bateu cruzado para marcar o segundo e fechar o placar.

FICHA TÉCNICA

Alemanha 2×0 Dinamarca

Competição: Eurocopa – Oitavas de final

Local: Signal Iduna Park, em Dortmund, na Alemanha

Data e horário: 29 de junho de 2024 (sábado), às 16h (de Brasília)

Árbitro: Michael Oliver (ING)

Cartões amarelos: Kasper Hjulmand, Bah e Maehle, Andersen (DIN); Sandro Wagner (ALE)

Gols: Kai Havertz, aos 8′, e Musiala, aos 23 minutos do segundo tempo

Alemanha: Neuer; Kimmich, Rüdiger, Schlotterbeck e Raum (Henrichs); Andrich (Fullkrug), Kroos e Gündogan (Emre Can); Sané (Anton), Musiala (Wirtz) e Havertz. Técnico: Julian Nagelsmann.

Dinamarca: Schmeichel; Andersen, Vestergaard e Christensen (Bruun Larsen); Bah (Kristiansen), Delaney (Norgaard), Höjbjerg e Maehle; Eriksen, Skov Olsen (Poulsen) e Hojlund (Wind). Técnico: Kasper Hjlumand.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.