Clubes paulistas deixam Libra e fecham com Liga Forte União por criticas a contrato com Globo

ARACAJU, SE (FOLHAPRESS) – Quatro clubes de São Paulo que faziam parte da Libra deixaram a liga liderada por times como Flamengo e Palmeiras, e acertaram sua entrada com a Liga Forte União na noite da última quinta (11). Todos eles disputam a Série B do Campeonato Brasileiro.

saída se deu por não se sentirem prestigiados no grupo, principalmente depois do contrato fechado com a Globo pela Libra para o Brasileirão entre 2025 e 2029. Mirassol, Ponte Preta, Ituano e Novorizontino são os times que decidiram integrar a LFU para a venda dos direitos de transmissão da principal liga nacional daqui para frente.

Além disso, o Botafogo-SP, que não estava em nenhuma das duas ligas, optou por acertar com a Liga Forte Futebol e seguir os coletas paulistas.

Aumentando os times da LFU na Série B do Campeonato Brasileiro, são maiores as chances de ter mais clubes na Série A em 2025, quando começa a valer o novo ciclo de contrato de TV do Brasileirão.

Os times paulistas saíram da Libra com o argumento de que o contrato de exclusividade da Libra fechado com a Globo tem muitos problemas, e prejudica os times de menor torcida.

Além disso, a Libra aceitou um contrato que é visto como mais vantajoso para a emissora do que para os times. Uma cláusula de contrato, por exemplo, permite que a Globo rompa o contrato com a Libra a partir de 2027 se a inflação do ano superar os 15%.

Tudo vai depender de como a economia brasileira estará e de como um possível novo governo vai agir naquele ano. Nos bastidores, essa cláusula foi vista como uma precaução pelo que aconteceu durante o governo Jair Bolsonaro (2019-2022).

Em 2021, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), foi de 10,06%. Pelo acordo individual que tem com os times, e que é válido até o fim de 2024, a emissora precisa reajustar o acordo anualmente sempre acima da inflação.

No vínculo com a Libra, segundo documento obtido pelo F5, a Globo corrigirá os pagamentos anualmente segundo o IPCA, mas limita os pagamentos de inflação por ano a 5%. Não há teto para deflação.

Caso a inflação supere a casa dos 15% ao ano, Globo e Libra podem abrir mão do acordo a partir de 2027 sem pagamento de multa para as partes. A Libra pode fazer o mesmo.

A Liga Forte União vai dividir os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro a partir de 2025. A empresa procura TVs abertas, pagas e plataformas digitais.

A Libra é formada por oito times que estão na primeira divisão atualmente, como Flamengo, Palmeiras, São Paulo, Grêmio, Atlético Mineiro, Red Bull Bragantino, Bahia e Vitória. Nas divisões inferiores, fazem parte Guarani e Sampaio Corrêa.

Já a Liga Forte União reúne Internacional, Cruzeiro, Fluminense, Vasco, Athletico-PR, Atlético-GO Botafogo, Goiás, Fortaleza, América-MG, Cuiabá, Criciúma e Juventude, na Série A; além de Sport, Ceará, Avaí, Chapecoense, Coritiba, CRB, Vila Nova, Londrina, Tombense, Figueirense, CSA e Operário-PR em divisões inferiores, junto com os times paulistas que acabaram de chegar.

O único time que ainda não tem lado na briga pelos direitos de TV do Campeonato Brasileiro a partir de 2025 é o Corinthians, que ainda escolhe em que lado ficará.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.