Cinco barragens no RS têm risco de ruptura, diz governo

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O governo do Rio Grande do Sul, sob gestão Eduardo Leite (PSDB), informou nesta quarta-feira (8) que cinco barragens estão em situação de emergência e sob risco de ruptura diante das fortes chuvas que atingem o estado.

São elas: barragem da Usina Hidrelétrica 14 de Julho, em Cotiporã e Bento Gonçalves; barragem da Usina Salto Forqueta, em São José do Herval e Putinga; barragem de São Miguel, em Bento Gonçalves; barragem Saturnino de Brito, em São Martinho da Serra; e barragem do Arroio Barracão, em Bento Gonçalves.

O governo gaúcho disse que há ações de resposta em andamento. Além disso, a Secretaria de Meio Ambiente e Infraestrutura do estado e a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) estão monitorando a situação.

A barragem da Usina 14 de Julho já rompeu parcialmente na última quinta-feira (2). Um dia antes, soaram sirenes para que a população deixasse os arredores do local.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.