Chuvas no RS afetam 30 mil indígenas após inundação em comunidades

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Cerca de 30 mil indígenas sofrem com os impactos das enchentes no Rio Grande do Sul, informou a Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas).

Estima-se de 70% dos territórios indígenas foram afetados. Mais de 9 mil famílias sofrem com as chuvas em mais de 40 municípios do estado. Os povos Guarani, Charrua, Kaingang e Xokleng estão em estado de calamidade.

A Defesa Civil entregou pacotes com alimentos e água potável para três comunidades do Vale do Taquari. A ajuda chegou no último sábado (11) e aldeias de Tabaí, Estrela e Lajeado foram atendidas, com 240 pessoas beneficiadas em abrigos.

Sonia Guajajara, ministra dos Povos Indígenas, esteve na Aldeia Tupé Pã no sábado. Ela realizou a visita para dialogar com as comunidades atingidas e disse estar ouvindo as principais necessidades neste ”difícil momento”.

A comunidade Quilombola de Arroio do Meio também foi resgatada pela Defesa Civil. Cinco famílias que estavam em área de risco foram retiradas.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.