Cerca de 100 mil casas foram destruídas ou danificadas por enchentes no RS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Cerca de 100 mil casas foram destruídas ou danificadas pelas chuvas que atingem o Rio Grande do Sul.

Prejuízo é de R$ 4,6 bilhões e 99,8 mil casas foram afetadas, calcula a Confederação Nacional de Municípios. Dados são parciais, já que ainda há cidades submersas pela água onde danos não foram medidos.

Setor da agricultura foi área privada com maior valor de prejuízo, calculado em R$ 435 milhões pela CNM. O órgão calcula R$ 37,5 milhões de prejuízo para comércios locais.

83,2% dos municípios do Rio Grande do Sul foram atingidos. Segundo boletim divulgado pela Defesa Civil, 414 cidades foram afetadas pelas chuvas.

Há 95 mortes registradas pela Defesa Civil no estado. Outras quatro são investigadas como suspeitas de relação com às chuvas. O estado tem 128 pessoas desaparecidas.

MAIS CHUVA É PREVISTA PARA A REGIÃO

Frente fria associada a ciclone extratropical na costa da Argentina causará chuva forte no estado a partir da sexta (10). A previsão é da agência meteorológica MetSul.

Há risco de novos deslizamentos de terra e quedas de barreiras em rodovias. Novos alagamentos devem ser registrados, o que pode piorar a situação das cidades que ainda contabilizam danos para as enchentes.

A chuva deve se concentrar em pontos do Norte e Nordeste do estado, sobretudo na região da Serra. Para os próximos dias, estão previstos de 100 mm a 200 mm de chuva.

Apesar do volume de chuva não ser considerado extremo, ele atingirá as cabeceiras de vários rios, que deságuam no Guaíba. A MetSul ressalta que o ciclone que atinge a Argentina não vai se aproximar do Rio Grande do Sul.

Tempo deve voltar a melhorar entre a terça-feira (14) e a quarta-feira (15).

PREFEITO ORGENOU EVACUAÇÃO TOTAL DE CIDADE NA GRANDE PORTO ALEGRE

Eldorado do Sul, município com 40 mil habitantes, está totalmente submerso, informou o prefeito. Ao UOL, Ernani de Freitas (PDT) explicou que há uma força tarefa para resgate e evacuação dos desabrigados. Até o momento, sete cidades acolhem os eldoradenses.

Porto Alegre, que recebeu pelo menos 2 mil desabrigados de Eldorado, pediu doação de cobertores. A requisição foi feita pelo prefeito Sebastião Melo. Veja pontos de doação na capital neste link.

Falta energia, água e sinal de telefonia

Há 543.776 casas sem água. O número foi divulgado pela Companhia Riograndense de Saneamento em balanço da manhã desta quarta (9). A fábrica da Ambev em Viamão (RS) parou a produção de cervejas para envasar água potável e distribuir à população.

Falta energia em pelo menos 408 mil residências e pelo menos 31 municípios do estado estão sem serviços de telefonia e internet. Parte do fornecimento de energia foi cortado por segurança de pessoas ilhadas e equipes de resgate.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.