Autores de chacina do Ceará que deixou 7 mortos são presos, diz polícia

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Dois suspeitos de serem os responsáveis por uma chacina do Ceará foram presos na quinta-feira (27) no Mato Grosso do Sul e no Pará. Um deles tentava fugir para a Bolívia no momento da prisão.

Os dois são apontados como executores das mortes, segundo a Polícia Civil. Um deles, um homem de 27 anos, foi capturado no Pará, com passagens por tráfico, roubo, receptação, associação criminosa, crime ambiental e resistência.

O outro estava em Jaraguari, no Mato Grosso do Sul, prestes a fugir para a Bolívia. O homem, de 41 anos, ainda apresentou um documento falso aos policiais. Ele tem passagens por tráfico de drogas, roubo, furto de veículo e posse e porte ilegal de arma de fogo.

Agora chega a três o número de envolvidos capturados. No último dia 20, um homem, de 51 anos, foi preso em flagrante na cidade de Parnaíba, no Piauí. Todos tiveram prisões preventivas decretadas pela Justiça.

Vítimas foram rendidas por suspeitos que chegaram armados em dois veículos. Os suspeitos renderam as vítimas em uma grade e começaram a atirar, segundo registrado no boletim de ocorrência. O crime foi na praça Clóvis Beviláquia, no centro do município, enquanto um grupo de pessoas se reunia no local.

Os mortos eram três mulheres, de 16, 23 e 25 anos, e quatro homens, de 18, 21, 24 e 26 anos. A mulher de 23 anos possuía passagens por homicídio, tráfico de drogas, associação criminosa e posse ilegal de arma de fogo, e estava com tornozeleira eletrônica. Já o homem de 24 anos possuía passagens por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Um homem e uma mulher ficaram feridos. Eles foram encaminhados para o Hospital e Maternidade Madalena Nunes – São Camilo, no município de Tianguá. O UOL buscou a Secretaria de Saúde do Estado para saber o estado das vítimas e aguarda retorno.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.