Atleta espanhola comemora antes da linha de chegada e perde bronze na marcha atlética

RIO DE JANEIRO, SP (FOLHAPRESS) – Se no futebol o jogo só acaba quando o juiz apita o final da partida, no atletismo não existe vitória antes de cruzar a linha da chegada (alguns resultados são anulados por uma irregularidade do atleta ou até mesmo um caso de doping). A espanhola Laura García-Caro vai lembrar disso todas as vezes que rever a sua prova no Campeonato Europeu de Roma, Itália, realizada nesta sexta-feira (7).

Atleta da modalidade de marcha atlética, ela perdeu a medalha de bronze por comemorar a conquista antes de cruzar, de fato, a linha de chegada. Laura, 29, ergueu os braços, sorriu para o telão do estádio e não viu a aproximação da ucraniana Lyudmila Olyanovska nos últimos cinco metros da prova de 20 km.

Laura ainda tentou retomar a posição assim que percebeu o erro, mas já era tarde. Os narradores de um veículo espanhol não esconderam a decepção com a derrota da atleta: “Não creio. Não creio que isso aconteceu. O que vimos aqui, meu Deus”. O ouro e a prata ficaram com as italianas Antonella Palmisano e Valentina Trapletti.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.