Ariana Grande causa polêmica ao se dizer fascinada por assassino em série

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Ariana Grande revelou ter interesse em assassinos em série, especialmente em Jeffrey Dahmer, conhecido por ser cabinal. A cantora chegou a dizer ser “apaixonada” pelo assunto e seu comentário gerou controvérsia nas redes sociais e entre as famílias das vítimas do assassino.

A artista disse que desde criança tem fascinação pelo criminoso. “Uma vez, eu estava em uma conversa de fãs jovens e alguém perguntou: ‘Se você pudesse jantar com alguém vivo ou morto, quem seria?’. Respondi: ‘Pais, posso dar a resposta real? Jeffrey Dahmer é fascinante'”, contou em entrevista ao Podcrushed.

Vale lembrar que Dahmer matou 17 pessoas entre os 1978 e 1991. Ele também era conhecido como Canibal de Milwaukee e sua história foi retratada na série “Dahmer – Um Canibal Americano”.

Shirley Hughes, mãe de Tony Hughes, uma das vítimas, expressou descontentamento e preocupação com as palavras da cantora. “Não é legal, nem engraçado, dizer que você gostaria de ter jantado com ele. Também não é nada que você deveria falar a pessoas mais novas, como ela disse ter feito”, disse em entrevista ao TMZ,

Compartilhe: