Após resgate, Renato Gaúcho relata falta de água em hotel e promete ajuda ao RS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Renato Gaúcho relatou falta de água no hotel em que ficou ilhado até o resgate ocorrido na segunda-feira (6). O treinador do Grêmio conversou com o presidente do clube, Alberto Guerra, e partiu para o Rio de Janeiro, de onde pretende auxiliar o Rio Grande do Sul.

Renato foi resgatado do hotel Deville, em Porto Alegre, onde mora. Inicialmente, foi encaminhado a outro hotel da cidade, mas partiu com destino ao Rio de Janeiro nesta terça (7).

Portaluppi relatou falta de água no local onde estava e prometeu seguir ajudando as pessoas direto do Rio. Segundo ele, por lá poderá unir mais pessoas na recuperação do estado.

“Depois de uma conversa com o presidente Guerra e com os demais membros da diretoria, chegamos à conclusão que seria melhor deixar Porto Alegre. Somente por isso estou indo para o Rio de Janeiro. E mesmo de lá vou seguir ajudando o máximo que eu puder. A situação é muito complicada. Estávamos sem água no hotel e do Rio de Janeiro vou conseguir mobilizar muito mais pessoas para seguir ajudando. Toda a minha força, meu carinho e meu apoio ao povo gaúcho”, disse o treinador, em nota divulgada via assessoria de imprensa.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.