Ângela Diniz, socialite morta há quase 50 anos, vai ter vida e assassinato contados em série

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Em 1976, a socialite Ângela Diniz foi morta pelo companheiro Doca Street com quatro tiros na Praia dos Ossos, em Búzios, Rio de Janeiro. Sua história continua a repercutir quase 50 anos após o assassinato e se tornou um dos casos mais emblemáticos de feminicídio no país.

A MAX, serviço de streaming da HBO, vai produzir uma minissérie baseada no podcast Praia dos Ossos, da Rádio Novelo, que conta a vida e que e deu reconhecimento nacional ao fatídico ocorrido.

Em comunicado enviado à Folha de S.Paulo, a empresa afirma que a produção vai ser de ficção, dividida em seis episódios, ainda sem previsão de estreia. A produção é da Conspiração, escrita por Elena Soárez e dirigida por Andrucha Waddington.

“Desde o momento que ouvimos o podcast pela primeira vez, antes mesmo dele ser publicado, em 2020, vimos que tínhamos um sucesso nessa adaptação. Ângela, essa mulher que viveu as suas próprias contradições e desafiou os limites, dela e da sociedade da época”, diz Renata Brandão, CEO da Conspiração.

Em 2023, Isis Valverde interpretou Ângela no filme que também contou a história dela.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.