Amistoso do Brasil contra o México é paralisado após grito homofóbico

COLLEGE STATION, EUA (UOL/FOLHAPRESS) – O amistoso entre Brasil e México, nos Estados Unidos, foi interrompido por cerca de três minutos após canto homofóbico proferido pela torcida mexicana.

O árbitro Lucas Szpala paralisou a partida aos 13 minutos do segundo tempo, depois do grito dos torcedores quando o goleiro Alisson cobrou uma falta.

Os telões do estádio em College Station, no Texas, exibiram mensagens contra a homofobia e o árbitro cumpriu o protocolo do paralisar a partida quando esse tipo de situação acontece.

A Federação Mexicana já foi punida anteriormente por conta dos gritos de sua torcida, que costumam gritar “p….” quando goleiros cobram tiro de meta ou batem faltas mais longas.

O árbitro reuniu os jogadores no centro do campo e explicou a situação.

A torcida mexicana foi maioria no amistoso disputado no Kyle Field, com capacidade para mais de 100 mil pessoas.

O Brasil já vencia o México por 2 a 0, no penúltimo amistoso antes da Copa América, quando os gritos foram entoados.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.