Aberta seleção para estudos de parcerias ambientais - Vitória News
Sustentabilidade
Aberta seleção para estudos de parcerias ambientais
Redação VitóriaNews
Instituições devem elaborar modelo de gestão público-privada (PAPP) para os parques nacionais do Itatiaia (RJ/SP), Aparados da Serra e Serra Geral (RS/SC), Anavilhanas e Jaú (AM) e São Joaquim (SC). Confira os editais. Divulgação
Está aberto o processo seletivo de instituições para a elaboração de iniciativas-piloto no âmbito do projeto Parcerias Ambientais Público-Privadas (PAPP). O objetivo é dar continuidade aos estudos de modelagem econômico-financeira e jurídica de parcerias para o aperfeiçoamento da gestão de unidades de conservação (UCs) federais.

As UCs escolhidas no atual processo são os parques nacionais do Itatiaia (RJ/SP), de Aparados da Serra e da Serra Geral (RS/SC), Anavilhanas e do Jaú (AM) e de São Joaquim (SC).  

Além dessas, outras unidades de conservação haviam sido escolhidas anteriormente para serem objetos de estudos de caso, que estão sendo conduzidos ou já foram finalizados. São elas o Parque Nacional do Caparaó (MG), com estudo finalizado, a Reserva Extrativista do Rio Unini (AM), a Área de Proteção Ambiental da Costa dos Corais (AL/PE) e as florestas nacionais de Canela e de São Francisco de Paula (RS), cujos estudos estão em andamento.

O programa de Parcerias Ambientais Público-Privadas tem por finalidade elaborar e fomentar a aplicação de modelos de parcerias ou alianças voltados para o aproveitamento sustentável das potencialidades econômicas das UCs, com o propósito de melhorar a gestão e a conservação da biodiversidade, bem como gerar benefícios sociais e econômicos para o entorno. O projeto está sendo implementado por meio da parceria IBAM/ICMBio/MMA e apoio financeiro do BID/FOMIN e FSA/CEF.

As propostas devem ser encaminhadas até o dia 20 de outubro para o e-mail papp_uep@ibam.org.br. Clique aqui para conferir os critérios de seleção. 

Fonte: ICMBio
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas