Em duas semanas de funcionamento, Spcine Play faz 109 locações de filmes - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Ricos e Famosos
Em duas semanas de funcionamento, Spcine Play faz 109 locações de filmes
Folhapress
GUSTAVO FIORATTI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A animação "O Menino e o Mundo" (2013), de Alê Abreu, foi o filme mais visto na plataforma de vídeo sob demanda Spcine Play, lançada pela Spcine no dia 23 do mês passado, segundo divulgou a empresa, que tem participação pública da Prefeitura de São Paulo.

Os números de acesso em duas semanas ao portal foi de 3,2 mil, mas as locações foram baixas: 24, no dia do lançamento da plataforma, e 109, entre o lançamento e esta última quarta (6).

O filme "O Menino e o Mundo", que concorreu ao Oscar no ano passado, foi locado 19 vezes. O sistema da plataforma se assemelha ao de uma videolocadora, na qual a locação dura sete dias.

Atualmente, há dez longas na lista de opções ao preço de R$ 3,90 por semana. Entre eles, estão "A Batalha dos Passinhos" (2013), de Emílio Domingos, "De Menor" (2014), de Caru Alves de Souza, "Uma Noite em Sampa" (2016), de Ugo Giorgetti, e "Ausência" (2015), de Chico Teixeira.

Segundo seus criadores, a Spcine Play entrou no mercado para ser uma opção aos portais americanos. Seu catálogo tem foco no cinema brasileiro.

A concorrência não será fácil. Hoje o setor de vídeo sob demanda é dominado especialmente pela Netflix, que neste ano superou os 100 milhões de assinantes (fora e dentro dos EUA).

Até agora, a empresa paulistana de incentivo ao audiovisual, porém, fez uma divulgação tímida da iniciativa sob demanda.

Sua assessoria de imprensa não falou em valores de publicidade. Diz que foram disparados convites por e-mail, que houve ação nas redes sociais e também um estande de promoção na Comic Con, evento de cultura pop realizado até este domingo em São Paulo.

Há outros projetos de campanha, que vão focar em publicidade para sites.

No período de implementação, foi divulgado que a plataforma exibe apenas longas, ficção e documentário. E que futuramente, poderá agregar outros formatos, como curtas e séries.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.