Geral

Juiz ordena que vice do Equador seja criminalmente processado no caso Odebrecht

Por Estadão


Um juiz da Corte Nacional de Justiça do Equador determinou hoje que o vice-presidente, Jorge Glas, seja criminalmente processado por associação ilícita no escândalo de corrupção da Odebrecht.

O juiz Miguel Jurado determinou que Glas e outros 12 sindicatos tenham de encarar o processo como autores do delito, podendo ser condenados a uma pena de três a cinco anos.

Na decisão, o juiz diz que tomou a decisão porque existem evidências sobre a intervenção de Glas como autor da associação ilícita. Ele afirma que, como ministro e vice-presidente, tento como intermediário seu tio, Ricardo Rivera, foram firmados acordos de pagamentos equivalentes a 1,3% do total vinculado nos contratos de cinco estatais". Fonte: Associated Press.