Clayson sai do banco e marca 2 gols em vitória do Corinthians sobre o Coritiba - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Esportes
Clayson sai do banco e marca 2 gols em vitória do Corinthians sobre o Coritiba
Folhapress
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O meia-atacante Clayson, 22, salvou novamente o Corinthians. Nesta quarta-feira (11), o jogador marcou dois gols na vitória da equipe sobre o Coritiba por 3 a 1, no Itaquerão, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Assim, o jogador tem quatro gols marcados nas últimas três partidas. Curiosamente, em todas saiu do banco de reservas e balançou a rede na reta final dos jogos.

No empate diante do São Paulo, o camisa 25 marcou aos 33 minutos da etapa complementar. Na igualdade contra o Cruzeiro, ele fez aos 39. Desta vez, os gols foram anotados aos 33 e aos 43.

Com os gols, Clayson fez o Corinthians manter uma boa vantagem na liderança da competição. A equipe soma 58 pontos, contra 47 do Santos, que enfrenta a Ponte Preta nesta quinta-feira (12), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Em caso de empate, o time dirigido por Fábio Carille poderia ver sua diferença na ponta da tabela, que chegou a ser de 11 pontos após o complemento da 20ª rodada, cair para seis em um triunfo santista sobre a Ponte Preta.

A vitória faz o Corinthians manter uma boa vantagem mesmo com queda vertiginosa que sofreu no segundo turno. Na primeira parte do campeonato, a equipe obteve 82,4% de aproveitamento. Nos últimos oito jogos, o desempenho é de 45,8.

O clube perdeu pontos importantes para clubes que estavam na zona da zona de rebaixamento. Foi derrotado pelo Vitória e Atlético-GO em jogos realizados no Itaquerão.

O cenário parecia que ia se repetir novamente, desta vez diante do Coritiba. Até aos 10 minutos do segundo tempo, o Corinthians empatava a partida por 1 a 1 e só não estava atrás do placar porque o goleiro Cássio fez três excelentes defesas: uma em cabeçada de Cléber e outras duas em chutes praticamente de dentro da pequena área de Henrique Almeida e Tiago Real.

Antes do Coritiba perder essas oportunidades, o Corinthians já tinha inaugurado o placar com o atacante Jô, logo aos 9 minutos, após uma assistência de letra de Jadson. O camisa 10, que vem sendo questionado, não dava um passe para gol desde a sétima rodada, realizada no dia 14 de junho.

Aliás, o Corinthians nem parecia sentir falta dos quatro desfalques: Fagner, Gabriel e Romero, suspensos, além de Pablo machucado. Os substitutos foram Léo Príncipe, Camacho, Marquinhos Gabriel e Pedro Henrique, respectivamente.

A equipe dominou o jogo até aos 30 minutos, quando o Coritiba cresceu, empatou com Henrique Almeida, aos 39, e perdeu as oportunidades de virar o placar.

O Corinthians só voltou a controlar a partida após os 15 minutos do segundo tempo, quando Carille colocou Clayson no lugar de Maycon. Com a mudança, Rodriguinho passou a jogar como segundo volante.

O time alvinegro pressionou o adversário. Wilson salvou o Coritiba em uma cabeçada de Clayson e viu a bola explodir no travessão em um chute de Marquinhos Gabriel.

Quando o jogo caminhava para terminar empatado, apareceu o meia-atacante de 1,70 m. Aos 33 minutos, ele estava na grande área e após um desvio de cabeça de Rodriguinho, dominou no peito e tocou na saída do goleiro. Pouco depois, ele aproveitou o rebote da bola na trave e marcou o terceiro.



CORINTHIANS

Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Camacho e Maycon (Clayson); Marquinhos Gabriel, Rodriguinho e Jadson (Fellipe Bastos); Jô. T.: Fábio Carille



CORITIBA

Wilson; Léo, Cleber Reis, Werley e Carleto (Willian Matheus); Alan Santos, Matheus Galdezani, Tiago Real (Neto Berola) e Edinho; Rildo e Henrique Almeida. T.: Marcelo Oliveira



Estádio: Itaquerão, em São Paulo

Juiz: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)

Cartões amarelos: Marquinhos Gabriel (COR); Carleto, Willian Matheus e Léo (CFC)

Gols: Jô (COR), aos 9 minutos, e Henrique Almeida (CFC), aos 39 minutos do primeiro tempo; Clayson (COR), aos 34 minutos e aos 44 minutos do segundo tempo
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.